03Out

A defesa nacional

Esta é talvez uma das áreas mais antigas de grande parte dos países. Os exércitos, ou as Forças Armadas, devem defender o país de ameaças ao seu território e população. Apesar de o tempo em que os países que conquistavam outros ter terminado, é preciso proteger a soberania e a independência de Portugal enquanto país.
O Comandante Supremo das Forças Armadas é o Presidente da República. É ele que decide se entramos em guerra ou não depois de ouvir o Conselho de Estado e de a decisão ser aprovada pela Assembleia da República. A Constituição diz também que todos os cidadãos têm a obrigação de defender a sua pátria – é como defender a própria casa. Por isso, em tempos, o serviço militar foi obrigatório para os homens a partir dos 18 anos mas, nos dias de hoje, a aproximação da população à defesa do país é feita através de iniciativas como o Dia da Defesa Nacional.

Facebook
Twitter