Vídeo 4

CUSTOM HEADING TITLE GOES HERE

Partilha:

Facebook
Twitter

Uma das grandes características de uma democracia é a participação de todos os cidadãos na vida pública e na governação do país. Como? Através dos deputados ou governantes que são escolhidos e que têm como função representar toda a população. Por isso, os cidadãos têm o direito a ser informados sobre tudo o que o Estado e o governo fazem. Nada pode ser feito às escondidas.

E o que é que permite que isto seja assim? O direito de sufrágio. Todos os portugueses com mais de 18 anos podem votar nos seus partidos ou governantes preferidos para que estes representem os seus interesses na Assembleia da República ou no governo.

O ato de votar é até, segundo a Constituição, um dever cívico que deve ser respeitado e sempre que possível cumprido pelos cidadãos.

Mas a participação das pessoas na vida pública vai ainda mais longe. Todos os cidadãos, individualmente ou em grupo, podem apresentar aos diferentes órgãos, sejam eles nacionais ou regionais, quaisquer queixas, reclamações ou pedidos. Ou seja, se queremos defender um direito nosso, se queremos que algo seja feito sobre determinada matéria ou se quisermos que nos resolvam um problema, podemos pedi-lo diretamente aos governantes.